foto:

A maldição da plaquinha

Aquilo que provamos quando estamos apaixonados talvez seja o nosso estado normal. O amor mostra ao homem como é que ele deveria ser sempre.” Anton Tchekhov

Você como bom internauta deve saber que essa maldição tão antiga começou mesmo antes de existir plaquinha.
Nos primórdios da internet, em meados de 1996, foi criado o revolucionário ICQ. O primeiro programinha de mensagens instantâneas da internet. Em 2001, o ICQ já havia conquistado 100 milhões de usuários em todo mundo, e esse número crescia a cada dia.
É impossível lembrar do ICQ e não recordar da famosa musiquinha dos alertas, o indescritível “Ó-hou”. Esse barulhinho único, acabaria se tornando um marco na história da tecnologia e na forma com que as pessoas encarariam a vida virtual.
Mas foi em 1999, com a chegada do MSN no mercado, que a maldição iniciou.

Mas que raios de maldição é essa? Explique-se Guilherme. Aonde você quer chegar?

Ok, ok. Vamos ao que interessa.
Por algum motivo, que eu desconheço, a Microsoft resolveu que seria interessante se subisse uma plaquinha do lado inferior direito do monitor, toda vez que alguém ficasse online. No início, era só um alerta, uma forma de saber se seu amigo estava online, o que levava você a iniciar uma conversa rapidamente. Ideia brilhante! Até que algo aconteceu…

O que aconteceu? Desembucha!

O que aconteceu foi que, sua namorada, ou sua paquerinha, o que você achar melhor, criou uma conta e te adicionou.
Fato nada grandioso, mas se analisarmos melhor a situação, vamos ver que isso muda tudo!
Estudos dizem que quando estamos “In Love”, nossa ansiedade aumenta consideravelmente. O que leva alguém ser um alvo fácil da maldição da plaquinha.

Maldição da Plaquinha, definição: Compulsividade por esperar a plaquinha subir, ansiando por ser a pessoa certa.

Algumas pessoas, menos controladas, acabam roendo unhas, esquecendo seu dever de casa, trabalho da faculdade, e o pior…. Esquecem da vida social real e acabam se tornando zoombies alienados que se alimentam da energia do computador.
Eu sofri desse mal por muito tempo, até que descobri um remédio imbatível que baniu de vez a maldição da plaquinha da minha vida.
Eu desabilitei os alertas do MSN.

Alguns dizem que o que aconteceu realmente foi que eu estava com o problema cronico de “Falta de paixão no coração”. Tudo bem, também não nego essa afirmação. Mas esses dias, quando eu estava em uma leve navegada pelo Facebook, senti os primeiros sintomas de uma nova maldição que está aparecendo pelo pais: A maldição das Bolinhas verdes.

Quase que instantaneamente, comecei a me preocupar com o ocorrido. Eu não tinha ideia de como isso havia acontecido e como me livrar essa doença destrutiva.
O mundo mudou. As plaquinhas evoluirão. O que antes erá uma simples musiquinha, ou uma plaquinha inocente subindo, acabará se tornando um exercito de bolinhas verdes.

Fiquei alguns dias pensando e finalmente cheguei a uma conclusão plausível. Eu estava apaixonado. E não importava muito se era um exercito de bolinhas verdes, o que eu queria mesmo era apenas uma. Apenas um nome, uma “fotinha” e uma bolinha verde.
Todos os dias minha mão treme e não consigo controlar. Vejo a bolinha e clico quase que ao mesmo tempo. Mesmo sem assunto, tenho que falar algo, as vezes um simples: “oi”. Nos dias mais criativos: “oie xD”.

Dessa vez, a única coisa que muda é que não quero me livrar disso. Estou bem assim.
Pode ser que isso tudo seja apenas mais um texto. Mas por que não refletirmos um pouco.
Será que você não está sofrendo da maldição da bolinha verdade?
Será que não sente falta de ver aquela plaquinha subindo?
É bom estar ansioso, é bom saber que ainda se sente assim. Que ainda é humano.
Algumas vezes ficamos tão frios que essas pequenas coisas pouco importam. Quando isso acontece, você deve ficar preocupado.
Ansiedade, amor, paixão e coisas do tipo, não são uma fraqueza, são qualidades essenciais.
É o que define se nosso dia será bom ou ruim.

Pra finalizar, apenas….
Desejo a você uma ansiedade incontrolável.
Desejo que você morra de amor e viva de pura paixão.
Desejo que você faça alguém sorrir o máximo possível.
Desejo que você diga algo mesmo sem saber o que dizer.
Desejo que você abrace alguém bem forte.
Desejo que você não tenha medo de arriscar.
E o mais importante…
Desejo que você desligue agora o computador e corra atrás do amor da sua vida!
Fica on-line não vai te ajudar em nada babaca!

Fui!!!