foto:

Dia dos Namorados

Dia dos namorados, data de alegria ou de tristeza ?
Por que quando vai chegando o dia 12 nosso coração já começa apertar?
Por que aquelas perguntas nunca se calam: Será que vou ganhar um presente? Será que ela(e) vai fazer aquela surpresa linda pra mim? Será que vou arrumar uma namorada(o)

Como é bom ter expectativas. Como é bom saber que existe alguém pensando em nós. Alguém que atravessaria o mundo só para vir até nos e nos oferecer um sorriso.
Poder sair para jantar, dormir grudadinho, tomar sorvete ou assistir aquele filme perfeito. Existem coisas que podemos fazer todos os dias, mais nunca vão chegar perto da magia que é fazê-las no dia dos namorados.

Você que namora, saiba aproveitar cada momento. Faça surpresas, escreva cartas, chame a pessoa que está com você de linda(o), observe cada movimento, cada olhar, cada palavra. Grave na memória cada momento, você nunca sabe quando vai precisar lembrar. Nunca se sabe quando vai se sentar sozinho no quarto, olhar para o céu e lembrar como era bom ter alguém para amar.

Você que está sozinho, não desista do amor. Ele existe, está lá em algum lugar só esperando a chance de se mostrar. Ele nunca vai se oferecer, nunca vai se mostrar – a não ser que você dê apenas um sorriso. Dê-lhe uma chance. Mesmo se não for como você imaginava nos sonhos, ele pode te surpreender e fazer de você a pessoa mais feliz do mundo.

Que neste dia dos namorados, você deixe de lado seus medos, seus orgulhos, suas paixões e apenas se permita amar.