foto:

Escolhas

A vida nos cerca de escolhas. Todos os dias acordamos com o desejo de nunca mais precisar escolher. Mas é um desejo impossível.
Querendo ou não, a escolha está em tudo, nos persegue como se fossemos presas faceis de se dominar, e nos domina.

Por mais que façamos a melhor escolha, a incerteza está sempre presente.
– O que poderia ter sido?
– E se eu tivesse ido?
– Se não tivesse falado?

São dúvidas e mais dúvidas que preenchem a maior parte de nossos pensamentos.

Como podemos saber que caminho seguir se de qualquer forma nos perguntamos: como seria o outro caminho?
A vida é um jogo sem regas, elas nos motiva a jogar mais não nos dá explicações.
Ela é traiçoeira e discreta, altera nossos caminhos como se fosse o vento criando dunas no deserto.

Mesmo se suas escolhas te levarem a um caminho distante e confuso, sempre existe um caminho de volta.
Por mais que possa parecer o fim, ha sempre um novo começo.
O jogo da vida nos dá a mais pura e sutil vantagem: Após uma escolha, ha sempre a possibilidade de fazer outra.