foto:

O dia em que me tornei Tom Ludlaw

Passamos boa parte do tempo imaginando como seremos, e após um simples amanhecer, descobrimos no que nos tornamos.

Lembro como se fosse ontem o dia em que resolvi deixar tudo de lado, todas as lembranças, histórias, músicas, emails, fotos, passado e viver o presente. Não da forma “Carpe Diem” como muitos gostam de pelo menos pensar que vivem. Mas de uma forma clara e objetiva.

Creio que tudo começou no dia 29 de agosto de 1988, o ano em que nasci. Eu não fazia ideia de tanta coisa que viria a acontecer comigo. Mesmo lá com meus 10 ou 15 anos de idade, eu imaginava uma vida totalmente diferente pra mim. Talvez eu nem imaginava nada.

Lembro de praticamente todos os fatos marcantes dos principais anos da minha vida. E lembro de umas das coisas que sempre constavam no meu pensamento: eu observava tudo e todos. Tinha meio que uma neura, ficava observando e memorizando todas as ações, os gestos, as palavras e a forma com que eram ditas.

Meio autista, mas tudo bem. kkk
Hoje vejo que todas essas observações e analises aparentemente idiotas me serviram de muita coisa. Hoje posso dizer que nada na minha vida foi inútil ou sem sentido. Tudo me serviu de aprendizado para essa nova faze da minha vida. A fase Ludlaw!

Esses dias me perguntaram o que significa esse negocio de “ludlaw”. É difícil dizer.
Talvez seja um sobrenome, talvez uma pessoa, talvez um livro.
Creio que Ludlaw seja um estilo de vida, uma fase de esclarecimento. Um momento em que você não tem mais medo de agir, de pensar e de fazer. É quando você sabe realmente de onde você veio e para onde você quer chegar. Além disso, ludlaw é um amontoado de experiencias de vida que até então eram idiotas e descartável, mas que hoje você sabe usar essas informações para fazer com que seu dia valha a pena.

Faz mais ou menos seis meses que decidi me tornar Tom Ludlaw. É claro que isso é só uma brincadeira. Não vou mudar meu nome no RG, nem saio por ai falando que me chamo Ludlaw. kkk. Isso nem soaria bem. Me chamariam de insano.
Enfim, hoje consegui alcançar a tão esperada felicidade. Não por que tinha que acontecer, nem por que era o momento certo, mas por que decidir que seria feliz.

Muitas pessoas passam suas vidas esperando que o dia de amanha traga saúde, felicidade, riquezas.
Mas esquecem que tudo isso só vai acontecer quando você decidir que aconteça e correr atrás daquilo que você julga ser importante.

Nada acontece por acaso. Sua vida não vai mudar como em filmes de milagres.
A única coisa que vai fazer com que as coisas mudem pra você é a sua decisão.
Escolha ser feliz, acredite nos seus ideais e após um simples amanhecer, você se tornará “Tom Ludlaw”

Have a nice day!